Este ensaio começou meio por acaso, como numa brincadeira para testar os limites de softwares e aprimorar as técnicas de realizar mudanças radicais nas imagens capturadas. Ao longo das tentativas, que começaram apenas com o registro puro da luz, com o tempo passou-se a incorporar fotografias de objetos que são submetidos a distorções e tratamentos em programas gráficos. O resultado destas fotografias deve agradar ao olhar apreciador de arte abstrata.

1/1

© 2016 by Mário Chrispim

  • Instagram Social Icon
  • Flickr Social Icon
  • Twitter Classic
  • Facebook Classic